Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas. É verdade?

Neste post entenda um dos valores do Manifesto Ágil, Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas.

Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas” é um dos quatro valores declarados no Manifesto Ágil. Esta frase, por si só, possui muito valor e representa um pensamento, em que deve-se prevalecer as relações entre as pessoas e a forma como elas interagem.

Neste post, entenda os seguintes pontos:

  1. De onde vem essa frase?
  2. O que é o Manifesto Ágil?
  3. Quando o manifesto fala sobre indivíduos e interações , o que isso quer dizer?
  4. Processos e ferramentas, o que seriam e como se definem?
  5. Por que indivíduos e interações tem mais valor do que o todo?
  6. Como isso se aplica no meu dia?

Quando os 17 profissionais que criaram o Manifesto Ágil escreveram esta frase, alguns princípios estavam relacionados a este valor, como por exemplo:

  • Pessoas de negócios e desenvolvedores devem trabalhar diariamente, em conjunto por todo o projeto.
  • Construa projetos em torno de indivíduos motivados. Dê a eles o ambiente e o suporte necessário, e confie neles para fazer o trabalho.
  • O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações, para e entre uma equipe de desenvolvimento é através de conversa face a face.

Estou falando muito do Manifesto Ágil sem explicar o que é. O Manifesto Ágil é uma consolidação de valores e princípios, que eram praticados por diversos profissionais que trabalhavam com desenvolvimento de softwares. Em um encontro que ocorreu em Fevereiro de 2001, 17 profissionais consolidaram algumas práticas de trabalho em comum entre eles e decidiram através deste manifesto, compartilhar com o mundo estes valores e princípios para que outros tivessem os mesmos resultados.

Quando o manifesto fala sobre Indivíduos e Interações, o que isso quer dizer?

Projetos, Times, Empresas, Famílias… Qualquer que seja a forma, somos indivíduos.

Indivíduos: Ser humano; pessoa considerada de modo isolado em sua comunidade, numa sociedade ou coletividade; o ser que faz parte da espécie humana; o homem: os direitos dos indivíduos.

Definição Dicionário

Quando o Manifesto foi escrito, foi destacado a forma como os indivíduos e suas interações se tornariam mais valiosas do que processos e ferramentas. Este pensamento mostra como temos uma tendência por usar ferramentas, sejam elas tecnológicas ou manuais. O fato é, que muitas pessoas usam e justificam falhas por conta dos processos burocráticos ou das ferramentas desatualizadas.

Entende-se que para o sucesso de um produto ou até mesmo da equipe, a simplicidade e a forma como o “fácil” é buscado faz com que toda burocracia, toda estrutura engessada e muitas vezes desatualizada não afetem o desenvolvimento do trabalho do time.

Com isso, indivíduos sendo o ponto central de toda a discussão potencializa o trabalho, pois, diversos aspectos e valores são considerados e incorporados nos Times, dando a eles o ambiente ideal para que possam trabalhar com todo o suporte necessário. Confie no seu Time, ele é o responsável por transformar seus objetivos em realidade, faça uso de feedbacks constantes, sempre priorizando o cara-a-cara, usando linguagem não violenta e tornando-os cada vez mais auto suficientes.

Processos e ferramentas, o que seriam e como se definem?

Quando falamos de agilidade, precisamos lembrar o conceito puro desta palavra no mundo projetizado. Agilidade é a capacidade de ser adaptável e muitas vezes usando um framework como o Scrum para suportar o trabalho. Esta segunda parte do valor, fala sobre os processos, sobre ferramentas gerenciais e tudo que possa ser classificado como uma ferramenta de apoio ao trabalho.

A atividade de Gerenciar um Projeto vai além das habilidades pessoais, tem que ter sempre atenção as habilidades relacionadas as ferramentas. Ferramentas no mundo de projetos podem auxiliar tanto na construção e monitoramento de um escopo de trabalho, como na comunicação dos times ou na concepção de uma ideia.

Quando montamos ou chegamos em um Time, é muito comum ser recebido com documento de boas práticas, um monte de ferramentas e planilhas que precisam ser alimentadas para garantir a comunicação dos dados, enfim, muitas coisas que acabamos rotulando como “Para Inglês ver!”.

Quando os primeiros Agilistas escreveram o Manifesto, ficou claro para eles o quão importante era dar mais atenção e dedicação as pessoas, do que ficar o dia inteiro preenchendo uma planilha sem ao menos saber como as pessoas, que são recurso do seu projeto estão.

Este valor como um todo, passa o caminho de que é muito melhor ter pessoas felizes, engajadas, comprometidas com os resultados e fazendo as coisas acontecerem, ao invés de ter uma linda planilha, uma apresentação cheia de gráficos que no final não representam a verdade por trás dos Times.

Para sua vida, sua gestão, não faça apenas o uso do discurso deste valor, faça ele estar vivo e reconhecido por todos. Nem sempre a melhor solução é aquela que encontramos na internet, se olharmos para dentro de casa perceberemos que tudo aquilo que precisamos está ao nosso alcance.

More Articles for You

Digitização. O início da Transformação Digital

Digitização, a primeira etapa de uma transformação. Nos últimos meses o mundo foi obrigado a parar e repensar a forma …

— Featured —

Trello Colorido: A novidade que faltava. Aprenda agora!

Cartões coloridos no Trello, uma função que há muito tempo deixava seus usuários ansiosos com uma forma de deixar os …

Guia Scrum – Audio

Ou se preferir realizar o download, clique aqui.

Guia Scrum: O Documento Oficial

Neste post conheça o Guia Scrum e saiba como ter sua cópia em PDF ou Audio Book. Toda metodologia, processo …

— Featured —

Adaptar ou parar no tempo

Agilidade. O Mundo fala em agilidade, fala da forma como tudo está mudando em uma velocidade nada comum e as …

Descobrindo a Tecnologia RPA

Automação de Processos, RPA, Robotização. Vou te contar tudo sobre esta tecnologia que está alavancando a transformação digital em muitas …